Ciências da Educação

Dissertações de Mestrado

 

Articulação curricular como problema da gestão escolar
Estudo do trabalho colaborativo em dois departamentos numa escola básica 2-3 com ensino secundário

 

Autor: José Joaquim de Jesus Braz
Orientador: Luís Miguel Carvalho

 

Mestrado em Ciências da Educação

Área de especialização em Adminstração Educacional

Universidade de Lisboa
 

Se é autor de uma tese / dissertação de mestrado ou de doutoramento envie-nos para knoow.net@gmail.com e ajude-nos a enriquecer ainda mais o nosso site.

continuar

 

Articulação curricular como problema da gestão escolar

Resumo

O presente estudo interroga-se sobre o que se passa no seio da escola enquanto organização e pretende conhecer e compreender o tipo de trabalho que os professores realizam nos seus grupos, nos departamentos curriculares a que pertencem e qual o papel do gestor na promoção da articulação curricular. O estudo decorreu ao longo do ano lectivo de 2008/2009 numa Escola da Lezíria do Tejo. A investigação desenvolve-se a partir de três grandes eixos de análise: os departamentos curriculares, como lugar de múltiplas interacções entre professores; o trabalho colaborativo; e a articulação curricular. O estudo fundamenta-se em estudos sobre os grupos disciplinares e os departamentos curriculares como unidades básicas de coordenação dos professores, sobre as culturas colaborativas, e acerca do papel da articulação curricular na promoção do sucesso educativo. O estudo utiliza como instrumentos de recolha de dados o questionário e a entrevista semi-estruturada. No questionário abordam-se as relações interpessoais, relacionadas com a prática profissional nos departamentos e os factores que influenciam o trabalho colaborativo. Nas entrevistas abordam-se as percepções de gestores escolares (de topo e intermédios) sobre os conceitos de articulação curricular, as suas vantagens e as estratégias a implementar na escola. O estudo oferece um retrato dos padrões, da intensidade e dos conteúdos das práticas colaborativas entre professsores, bem como dos factores que facilitam ou dificultam a existência de actividades de articulação curricular nos departamentos. A partir destes resultados, o trabalho discute o papel do gestor escolar na promoção da articulação curricular e estratégias a adoptar.

 

Palavras chave: Administração educacional, Trabalho colaborativo, Organização curricular, Trabalhos de projecto de mestrado - 2009

 

Índice

RESUMO
INTRODUÇÃO

PARTE I – ENQUADRAMENTO E FUNDAMENTAÇÃO DO ESTUDOA - ENQUADRAMENTO E RAZÕES DO ESTUDO

1. Contextualização do problema

1.1 Desafios actuais da escola no contexto das políticas educativas

1.2 Enunciação de problemas que se colocam no terreno

B - FUNDAMENTAÇÃO DO ESTUDO

1. O trabalho colaborativo e a colegialidade docente

1.1 Da cultura escolar à cultura de escola

1.2 Do individualismo ao trabalho colaborativo

1.2.1 Entre os normativos e a realidade

1.2.2 As culturas colaborativas e a colegialidade como objecto de estudo

1.3 Os departamentos curriculares

1.3.1 Os departamentos como unidades básicas de coordenação dos professores
1.3.2 Os departamentos como lugar de articulação curricular
1.3.3 As sub-culturas dos professores nos departamentos

1.4 Os papéis do gestor escolar

1.4.1 A ideia que se tem de um bom gestor
1.4.2 O trabalho dos directores de escola
1.4.3 O que diz a investigação sobre as competências dos gestores de topo

1.4.4 Desmistificação do papel do gestor
1.4.5 O gestor como comunicador e um líder de recursos humanos

Parte II - A METODOLOGIA

1. Do propósito às questões do estudo

2. Estratégias de investigação
3. O território do estudo - O caso
4. Os procedimentos

4.1 Os questionários
4.2 A entrevista semi-estruturada

PARTE III - APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DE RESULTADOS DO ESTUDO

1. Interacções colaborativas e os departamentos

1.1 - As redes de comunicação
1.2 - Intensidade das relações por departamento
1.3 - Escolhas pessoais em função dos anos de serviço
1.4. Análise de resultados

2. Os temas das interacções

2.1 Preparação e a planificação de aulas em conjunto por Departamento
2.2 Análise de resultados sobre os temas abordados pelos professores

3. Factores que influenciam o trabalho colaborativo

3.1- Factores potenciadores do trabalho colaborativo
3.2 - Factores de constrangimento do trabalho colaborativo

4. Percepção dos professores acerca das interacções pessoais no contexto dos departamentos -93

5. CONCLUSÃO

6. Percepção dos gestores sobre a articulação curricular

6.1 - O conceito de articulação curricular
6.2 As práticas da articulação curricular existentes

6.3 As vantagens da articulação curricular
6.4 Os principais obstáculos à articulação curricular
6.5 As oportunidades para a articulação curricular
6.6 Estratégias para implementar a articulação curricular

7. Análise e discussão

PARTE IV: DISCUSSÃO, CONCLUSÕES E RECOMENDAÇÕES FINAIS

1. Rede de relações e o trabalho colaborativo

1.1 Relações profissionais na escola
1.2 A socialização do professores mais jovens

2. Temas tratados nas interacções dos professores
3. Trabalho Colaborativo no contexto dos departamentos
4. Articulação Curricular: oportunidades e constrangimentos

4.1 Discussão sobre a articulação curricular

4.2As vantagens da articulação curricular

4.3 As estratégias aa desenvolver

5. Recomendações finais
 

 

Trabalho completo