Cienciais Económicas e Empresariais

Economia

PIB (Produto Interno Bruto)

Autor: Paulo Nunes

Data de criação: 30/03/2014

Contributos: Este verbete não recebeu quaisquer contributos. Se é especialista nesta matéria e acha que pode melhorar esta página contacte-nos para o nosso mail: knoow.net@gmail.com.

Resumo: Apresentação do conceito de PIB; PIBpm vs PIBcf; PIB Potencial vs PIB real; como medir o PIB...  ver mais

Palavras chave:  economia, ciência económica

Este termo está a ser comentado no nosso blog... Participar na discussão

Com o apoio da PCNunes - Consultores de Gestão, Lda

 

PIB (Produto Interno Bruto)

| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |

Conceito de PIB

O PIB - Produto Interno Bruto corresponde ao valor do output final total de todos os bens (produtos e serviços) produzidos internamente numa economia ao longo de um determinado período de tempo (geralmente um ano). O termo "Interno" descreve a medida como uma que contabiliza o output produzido por residentes e não residentes na economia quando não se contabiliza a afectação de claims domésticas e estrangeiras. O termo "Bruto" significa que o valor da depreciação (ou "desgaste") do capital (instalações, equipamentos, etc.) utilizado na produção não foi deduzido do valor do output final.

 

PIBpm vs. PIBcf:

Pode-se distinguir o PIB a preços de mercado (PIBpm) e o PIB a custos de factores (PIBcf). A distinção entre estes é que o PIBpm inclui o valor dos impostos indirectos e subsídios enquanto que o PIBcf não os inclui. Assim, o PIBcf mede a produção como a soma dos custos dos factores de produção necessários a essa mesma produção enquanto o PIBpm se refere à produção ao custo a que é disponibilizada no mercado aos consumifores.

 

PIB potencial e PIB real:

Outra distinção que pode ser efectuada é entre o PIB potencial e o PIB real. No caso do PIB potencial, este representa o valor que uma economia conseguiria produzir num determinado período de tempo (geralmente um ano) se todos os recursos disponíveis nessa mesma economia fossem utilizados de forma plena e eficiente. Quanto ao PIB real, este representa o valor do output que efectivamente é produzido. A diferença entre os dois ocorre sempre que existe ineficiência na utilização dos recursos e/ou quando estes não são utilizados na sua totalidade (i.e, quando existe desemprego de factores produtivos).

 

Como é medido o PIB

O PIB pode ser medido mediante a utilização de três 'óticas' diferentes: a ótica do do rendimento, a ótica da produção e a ótica da despesa:

. Ótica do Rendimento: é o resultado da soma dos rendimentos de pagos aos agentes económicos pela utilização dos seus recursos = salários e equivalentes (rendimentos do trabalho) + juros (rendimentos associados à cedência de meios financeiros) + rendas (rendimentos associados à cedência da utilização de bens de capital) + lucros (rendimentos associados ao investimento em unidades produtivas).

. Ótica da Despesa: é o resultado da soma das despesas dirigidas à produção nacional por todos os agentes económicos: Consumo Privado (C) + Investimento das Empresas (I) + Consumo ou Gastos Públicos (G) + Exportações (X) - Importações (M). A subtração das Importações tem como objetivo deduzir a parcela de Consumo Privado, Investimento, Consumo Público e Exportações que não é dirigida à produção nacional.

. Ótica da Produção (ou da Oferta): é o resultado da soma do valor acrescentado de todas as entidades produtivas (empresas ou outras).

Por definição, numa qualquer economia, o resultado de cada uma destas ópticas é necessariamente igual.

 

Este termo está a ser comentado no nosso blog
Participar na discussão

 

Não encontrou o que pretendia? procure aqui: