Estou aqui: Cronologia

Cienciais Económicas e Empresariais

Economia

Conceito de Globalização

Autor: Paulo Nunes

Data de criação: 31/10/2008 / Revisto em 12/02/2011

Contributos: Este verbete não recebeu quaisquer contributos. Se é especialista nesta matéria e acha que pode melhorar esta página contacte-nos para o nosso mail: knoow.net@gmail.com.

Resumo: O termo globalização designa um fenómeno de abertura das economias e das respectivas fronteiras em resultado do...  ver mais

Palavras chave:  economia, globalização

Com o apoio da PCNunes - Consultores de Gestão, Lda

 

Globalização

| A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |


Conceito de Globalização

O termo globalização designa um fenómeno de abertura das economias e das respectivas fronteiras em resultado do acentuado crescimento das trocas internacionais de mercadorias, da intensificação dos movimentos de capitais, da circulação de pessoas, do conhecimento e da informação, proporcionados quer pelo desenvolvimento dos transportes e das comunicações, quer pela crescente abertura das fronteiras ao comércio internacional. Apesar de ser geralmente apresentado como um conceito sobretudo económico, o fenómeno da globalização vai muito além desta dimensão, incluindo também a aproximação e mesmo integração global ao nível cultural, social e político, formando aquilo a quem vem sendo chamado por aldeia global.

Apesar do fenómeno da globalização se ter intensificado fortemente ao longo das duas últimas décadas, ele não totalmente novo. Na verdade, a globalização foi iniciada no séc. XIV com os descobrimentos portugueses, período em que as trocas comerciais adquiriram um dimensão mundial. Ao longo dos séculos seguintes, a globalização foi-se intensificando motivada pelo acentuar das trocas comerciais entre os países europeus e as suas colónias espalhadas por todo o mundo e acentuada pelo movimentos de liberalismo económico surgidos ao longo do séc. XIX. Na segunda metade do séc. XX, no rescaldo da IIª Guerra Mundial o fenómeno ganha novo ímpeto com o surgimento de diversas formas de integração económica (com destaque para a CEE e para a EFTA, duas organizações nascidas na Europa do pós-guerra), e o desenvolvimento dos transportes e das comunicações. Mas é já no final da década de 1980 que o termo globalização começa a ser utilizado, designando não apenas a mundialização da economia, mas também o intercâmbio cultural e a interdependência social e política ao nível mundial.

Uma das consequências mais evidentes da globalização é a deslocalização da produção, podendo as empresas transferir a sua produção industrial para países de mão-de-obra mais barata o que, pelo menos teoricamente, poderá contribuir para uma melhor repartição da riqueza. E de facto, são países como a China, a Índia ou o Brasil que mais estão a beneficiar com o processo de globalização na medida em que muitas empresas industriais dos países mais desenvolvidos estão a deslocalizar a sua produção para estes países.